O que posso fazer para evitar varizes na gravidez?

Posted on

Foto: Pockafwye, Ed Uthman As varizes na gravidez são um sinal normal que aparece devido ao aumento de sangue na grávida e ao efeito relaxante dos hormônios sobre as veias.

As varizes na gravidez acontecem frequentemente nas pernas, pois o peso do bebê na barriga dificulta que o sangue suba de volta para o coração. O tratamento para varizes na gravidez pode ser feito com a aplicação alternada de água quente e fria sobre o local, durante o banho. As gestantes devem esperar o nascimento do bebê para iniciar um tratamento contra varizes, que deve ser acompanhado por um médico. Gestantes podem fazer tratamento de varizes? Muitas mulheres sofrem de pernas pesadas, cansadas ou inchadas durante a gestação. Muitas gestantes não percebem que, durante a gravidez, as veias precisam trabalhar mais do que antes. As pernas incham e as chamadas ‘varizes na gravidez’ se desenvolvem, o que, muitas vezes, mas não sempre, desaparece novamente após o parto. Pernas mais grossas na gravidez também podem ser sinal da síndrome HELLP ou de pré-eclâmpsia. Muitas mulheres desenvolvem varizes pela primeira vez quando estão grávidas, ou se elas já têm varizes, o problema se agrava conforme sua gravidez progride.

Causas de dores musculares nas pernas durante a gravidez

  • Faça caminhadas – Isso melhorará a circulação do sangue nas pernas e além disso é um excelente exercício para manter a forma durante a gravidez.

Algumas mulheres são mais propensas a desenvolver varizes durante a gravidez do que outras por causa da genética.

Claro, há tanta coisa que você pode fazer sobre algumas das causas das varizes, mas se você tomar certas medidas, você poderá ser capaz de, pelo menos, minimizar seu impacto. Exercício diário Uma das melhores maneiras para que você possa reduzir suas chances de adquirir varizes durante a gravidez é se exercitar todos os dias. Controle seu peso Excesso de peso coloca mais pressão sobre suas veias, tente não ganhar muito peso extra durante a gravidez. Evite a constipação A constipação é comum durante a gravidez, mas pode agravar as varizes, então, tome medidas para impedi-la. Leia também: As varizes na gravidez podem ocorrer por predisposição ou devido ao aumento excessivo de peso. As varizes vaginais ocorrem em cerca de 2 a 10% das grávidas, a maioria desaparece algum tempo após o parto, porém podem persistir pontualmente depois de vários casos de gravidez. As varizes são veias inchadas devido à pressão exercida pelo maior volume de sangue que circula no  corpo durante a gravidez. E estes dois fatores podem ocasionar o aparecimento das varizes na gestante, em geral nas suas pernas, mas pode acontecer também na região da vagina e do ânus. Outro agravante é quando a mulher já tem sintomas de dores nas pernas, inchaços e cãibras, que são um indício do aparecimento das varizes.

Varizes na gravidez: são comuns? por que isso acontece? é possível evitar? Conheça as dicas para uma circulação saudável na gestação.

  • Dor nas pernas ou virilhas;
  • Sensação de peso nas pernas;
  • Pernas mais inchadas no final do dia.

Mas durante esta fase alguns cuidados podem ser tomados para diminuir os sintomas das varizes na gravidez, dentre eles: 1.

As varizes podem aparecer antes da gravidez e agravarem-se durante a gestação pela compressão exercida pelo bebé sobre os vasos abdominais. Leia também Atualizado em 13 Janeiro, 2018 Saiba como evitar varizes na gravidez – Sempre tive má circulação, e assim, quando fiquei grávida, o problema agravou-se. Depois do parto as varizes costumam melhorar, por isso, convém esperar pelo fim da gravidez para as tratar. Entretanto, isso não quer dizer que se deva esperar passar por uma gestação para iniciar o tratamento de varizes, mesmo o cirúrgico. Durante a gravidez, as veias já dilatadas podem chegar a dobrar ou triplicar de tamanho, gerando desconforto e fortes dores nas pernas. Todavia, se você já está em período de gestação, recomenda-se o uso de meias elásticas para gestantes e seguir as orientações de seu ginecologista. A boa notícia é que a maioria das veias dilatadas que surgem na primeira gestação voltam ao normal após o termino da gravidez. Ana Carolina Freire Costa, médica (CRM/RS 32837) Saiba tudo sobre o problema da má circulação na gestação, seus sintomas e como fazer para evitar esse mal. Algumas gestantes ainda apresentam sintomas como coceira, inflamação nas veias, e, em casos mais graves, úlceras na pele, varicorragia (sangramento) e trombose.

  • Use roupa confortável – A roupa deve ajustar-se ao seu corpo sem ser demasiado apertada, especialmente na zona das pernas e cintura.

Sintomas de má circulação na gravidez (100%) vote , e nas pernas são queixas comuns de quem está grávida.

Na gestação, a principal causa das varizes, do inchaço e dos vasinhos é a presença dos hormônios femininos, que estão em níveis elevados. Os cuidados abaixo vão ajudar você a amenizar estes problemas desagradáveis e a prevenir as varizes na gravidez: Não é aconselhável remover as varizes e vasinhos durante a gestação. Na gestação, elas são favorecidas pela fragilidade das fibras de colágeno e elastina, que têm sua composição química modificada durante a gravidez, contribuindo para o rompimento da pele. O inchaço nas pernas, ainda mais intenso na gestação, contribui para acentuar essas marcas, que voltam ao normal depois da gestação. Durante a gravidez o corpo da mulher sofre variadas alterações e é normal que junto das mudanças venham alguns sintomas inevitáveis. Uma grande parte das varizes e derrames que aparecem durante a gravidez podem chegar a desaparecer depois do parto e aquelas que permanecem podem ser eliminadas fácil e rapidamente. Durante a gravidez há que realizar o seu seguimento para evitar complicações e aliviar possíveis desconfortos, mas não se pode efectuar nenhum tratamento. Se sofre de alguma patologia (como varizes), prepare o seu corpo para o aumento de peso durante a gravidez. Mesmo que seja comum que essa incômoda situação desapareça meses depois de dar à luz, você pode fazer várias coisas para acelerar o processo e eliminar as varizes da gravidez.

Fazer exercícios vai ajudar o sangue a circular muito melhor no seu corpo e evitará que as varizes permaneçam após a gravidez.

Além disso, a pressão sobre as veias da bacia e das pernas aumenta progressivamente durante a gestação. E, caso a mulher esteja fazendo algum tratamento de varizes antes da gravidez, ele deve ser interrompido durante todo o período da gestação. Durante a gravidez a prática de atividades físicas estimula a circulação sanguínea, o que diminui os inchaços nas pernas e ainda ajuda a prevenir e a tratar as varizes. Isso pode explicar parcialmente a preponderância das varizes no sexo feminino em comparação com o sexo masculino e de alguma forma justificar o desenvolvimento de varizes nas gestantes. No entanto, essas orientações podem fazer diferença: Frequentemente recebo no consultório grávidas no início da gestação desejosas em tomarem “remédios milagrosos” para não terem varizes na gravidez. Apesar de altamente recomendadas durante a gestação, o uso de meias elásticas não previne o aparecimento ou agravamento das varizes nas pernas, nem na gestação nem fora dela. Devo engravidar primeiro e, somente após essa fase, buscar tratamento para as varizes? Sendo assim, cabe a dúvida: “Uma vez que as varizes são quase inevitáveis após a gravidez, melhor esperar engravidar e buscar tratamento depois dessa fase? As varizes da gestação são mais comuns nas pernas, embora possam ser observadas em qualquer parte do corpo. O primeiro passo é evitar pressão demais nas pernas durante a gravidez. Quem já faz tratamento para varizes superficiais também deve interrompê-lo na gestação. Para prevenir o aparecimento de vasos e varizes durante a gestação, a recomendação é usar meias elásticas e evitar o ganho excessivo de peso. O remédio para varizes na gravidez deve ser tomado de acordo com a indicação do médico e de forma muito cuidadosa para não prejudicar o desenvolvimento do bebê.