Remédios: Qual a diferença entre a aplicação com glicose e aplicação de varizes com espuma?

Posted on

Neste artigo iremos ensinar como eliminar as varizes das pernas de forma natural e eficaz.

Nas varizes de maior calibre, este tratamento pode não dar o melhor resultado, mas é capaz de diminuir o seu tamanho, sendo necessária mais de 1 aplicação na mesma variz. Varizes são pequenas veias vermelhas ou azuis localizadas próximas à pele das perna e tornozelos. A indicação do tratamento com espuma deve ser precisa, muito alinhada com as expectativas do paciente e feita por médico angiologista e cirurgião vascular habilitado. Além de ser menos complexo do que um procedimento cirúrgico, a escleroterapia com espuma densa é um tratamento eficaz para varizes. Após a escleroterapia de varizes com espuma densa, guiada por ultrassom, a(o) paciente já pode caminhar e não precisa fazer repouso. Com o disparo do laser o fluxo de sangue fica lentificado e permite que a glicose permaneça mais tempo em contato com o vaso . 3– material utilizado: o uso da técnica de micro espuma apresenta menos dor à injeção do que a glicose hipertônica. Portanto, o melhor é não deixar para amanhã o tratamento que pode ser feito hoje. As pequenas veias e capilares danificados das pernas permitem o extravasamento das hemácias (glóbulos vermelhos) que, ao sofrerem destruição, liberam seus pigmentos vermelhos que acabam por se depositar na pele.

Qual a diferença entre a aplicação com glicose e aplicação de varizes com espuma?

  • Laser Transdérmico
  • Espuma Densa Ecoguiada
  • Termocoagulação por radiofrequência
  • Esclerose Líquida
  • Cirurgia
  • Manutenção do Tratamento

– Cirurgia a Laser para varizes: usada também em pequenas varizes e teleangiectasias, consiste na destruição destes pequenos vasos através da aplicação de Laser.

Quando as varizes são muito pequenas, este procedimento pode ser feito até ambulatorialmente. O processo utiliza uma micro agulha que injeta uma substância (que inclui glicose) responsável por secar os vasos. O líquido esclerosante é injetado nas pequenas veias através de uma agulha muito fina que penetra muito pouco na pele. A escleroterapia com glicose é um procedimento doloroso por causa das picadas de agulha, mas muito eficaz e deve ser realizada por um cirurgião vascular em um ambiente adequado. Quando o liquido ou espuma continua na circulação e atinge vasos maiores é diluído pelo sangue e perde seu efeito. A espuma apresenta densidade menor, mantém contato com a parede do vaso por mais tempo, empurrando o sangue, sendo mais eficaz em vasos maiores. São feitas pequenas incisões na pele para extrair as varizes. A melhor aplicação para a espuma é o tratamento de veias de maior calibre, mas também pode ser usada na aplicação de vasinhos. Por que alguém seria submetido a uma cirurgia de varizes ou sessões de escleroterapia (secagem dos vasos) se um creme resolve?

  • ter uma alimentação mais saudável e balanceada;
  • não ficar muito tempo de pé ou muito tempo sentada;
  • evitar estar com as pernas cruzadas;
  • caminhar regularmente;
  • fazer exercício físico.

A escleroterapia é um tratamento feito pelo médico angiologista para eliminar ou diminuir as varizes.

Porém, a efetividade do tratamento para varizes com espuma não é tão boa quanto a cirurgia, seja a cirurgia tradicional ou os métodos mais recentes como laser e radiofrequência. Além disso, o tratamento das varizes com espuma pode levar a complicações, como trombose venosa profunda, embolia pulmonar, flebites, manchas escuras na pele e feridas. Conclusão: O tratamento com espuma para varizes é mais uma opção do Cirurgião Vascular com a finalidade de proporcionar o melhor resultado para seus pacientes, mas precisa ser bem indicada. Em outras palavras, se você tem , mesmo que sejam poucas e pequenas, você precisa realizar cirurgia ou outro método para tratá-las antes de iniciar o tratamento dos . Você pega a veia com uma agulha bem fininha, injeta espuma, ela vai fechar a veia, e você vai acompanhar o doente durante esse processo. Porém, a efetividade do tratamento das varizes com espuma, não é tão boa quanto à cirurgia, seja a cirurgia tradicional ou os métodos mais recentes como Laser e Radiofrequência. Além disso, o tratamento das varizes com espuma pode levar a complicações como flebites, trombose venosa profunda, embolia pulmonar, manchas escuras na pele e feridas. Sendo assim, a recomendação é que o tratamento para varizes com espuma seja realizado quando o paciente não pode operar, não quer operar ou se a cirurgia não está disponível. ® é indicado para o tratamento da esclerose de pequenas varizes sem insuficiência valvular, bem como das varizes residuais, após cirurgia.

  • Folhas de Uva – Varizes nos Pés

1) Como funciona o laser para eliminar os vasos da pele?

Sim é verdade, Para as varizes de grosso calibre , o cirurgião vascular deve ser consultado para outros tipos de Tratamento e o tratamento cirúrgico convencional também é muito efetivo. A vantagem da preparação em espuma é que ela circula mais lentamente em vasos de grande calibre, obtendo-se assim o melhor resultado. Aqueles cordões varicosos, salientes e visíveis, que elevam a pele, e aquelas pequenas veias de trajeto tortuoso ou retilíneo são de tratamento cirúrgico sendo indicação exclusiva do cirurgião vascular. Não pode ser aplicada em todos os tipos de pele e ainda não dá bom resultado nos vasos de calibre maior. A cirurgia a laser também é usada como tratamento das varizes e tem como objetivo a remoção da maior quantidade possível de veias varicosas. Mais uma vez: quanto mais cedo for feito o tratamento, melhor (quantas vezes você já leu essa afirmação neste artigo?). Este tratamento funciona simplesmente por aplicações de espuma ou glicose diretamente nos vasinhos a fim de eliminar os menores e suavizar os de maior tamanho. O tratamento é realizado por meio de aplicações de espuma esclerosante ou glicose, que atingem diretamente os vasos sanguíneos obstruídos. Quando o profissional injeta a agulha na pele, a solução provoca uma irritação nos vasos, fazendo-os se contraírem e fecharem com o passar do tempo.

Os vasinhos nas pernas são o primeiro grau de aparecimento de varizes, e se nada for feito, elas podem agravar-se, tornando-se mais grossas e escuras.

Existem vários tipos de escleroterapia: a laser, com glicose e com espuma. Entre os vários tipos de escleroterapia, o mais recomendando é o feito com glicose, pois é a substância mais facilmente tolerada pelo organismo, não provocando dessa forma complicações ou alergias. A escleroterapia é um tratamento feito pelo médico angiologista para eliminar ou diminuir veias e, por isso, é muito usado para tratar vasinhos na pele ou varizes. O objetivo do Dr. Tessari era produzir um esclerosante que fosse mais eficaz, tratando as varizes de forma simples, barata e sem cirurgia. Além disso, o tratamento das varizes com espuma pode levar a complicações como , embolia pulmonar, flebites, manchas escuras na pele e feridas. Conclusão: o tratamento com espuma para varizes é uma boa opção, mas precisa ser bem indicada. Feito por um médico angiologista, a escleroterapia pode ser realizada através da aplicação de glicose e laser no local atingido pelas varizes. Após consultas para verificar a intensidade e tamanho das veias, o médico angiologista vai iniciar o tratamento aplicando várias injeções de glicose ou espuma diretamente nas varizes. A paciente que passa por esse tratamento de varizes pode sentir desconforto e dores leves quando a agulha é inserida nas veias ou mesmo quando o líquido é inserido.

A escleroterapia com glicose é um dos tratamentos mais antigos e bem aceitos no meio médico para o tratamento das varizes e dos vasinhos.

A terapia com espuma para varizes e a aplicação de laser são eficazes para eliminar os vasinhos. Hoje é possível tratar vasos azulados de até 3 mm de diâmetro com laser associado à aplicação de glicose, ambos com auxílio de resfriamento da pele com ar gelado. Geralmente, o laser é mais indicado em pessoas que tenham medo de agulha, alergia aos medicamentos esclerosantes ou que possuam veias muito pequenas, impossíveis de serem canuladas pela agulha. Contudo… ainda acreditamos que o Tratamento das varizes, principalmente aquelas veias maiores e que parecem saltar da pele, seja solucionado apenas com a remoção das mesmas…por meio de Cirurgia! Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail: Qual o melhor tratamento para varizes: laser, espuma ou cirurgia? Evidências atuais sobre o tratamento de varizes com espuma ecoguiada sugere que o método é eficaz no curto e médio prazos. O tratamento com espuma, gradativamente se firmou como método tão bom ou até melhor que a cirurgia de varizes convencional para o tratamento e controle das varizes. O apelo estético, suas condições clínicas, características de pele, o tipo, tamanho e profundidade das varizes irão influenciar diretamente na escolha da melhor opção de tratamento. O tratamento de varizes por Espuma Densa Ecoguiada é realizado através da introdução de uma solução de espuma no interior dos vasos, fazendo com que a veia se feche. Chamado de escleroterapia, o tratamento para varizes é feito de diversas formas sendo uma delas a espuma densa. As mais comuns são: A escleroterapia com espuma elimina as microvarizes e varizes, melhorando a aparência da pele, e promovendo Trata-se da técnica ClaCs, tratamento que une o uso de laser transdérmico, escleroterapia (injeção de glicose) e resfriador de pele guiado pelo uso de equipamento de realidade aumentada. Nesta técnica o médico injeta solução (pode ser um tipo de glicose) na veia afetada. - A espuma foi pensada para tratar varizes maiores, de médio calibre, entre 2mm e 4mm, porque atua por mais tempo e seca melhor os vasos.