Como é feita a aplicação nos vasinhos (escleroterapia de varizes)?

Posted on

desconto Vila Esperança Escleroterapia para Secagem de Vasinhos A escleroterapia, conhecida por muitos como “aplicação”, é um tratamento destinado à eliminação das telangiectasias (vasinhos).

Um líquido muito concentrado, chamado esclerosante, é injetado através de microagulhas, que são extremamente finas, dentro do vasinhos É um tratamento sem necessidade de cirurgia, e, portanto, feito em consultório. Em que varizes pode ser feita escleroterapia? O tratamento desses vasos indesejáveis, denominados pelos leigos de varizes, microvarizes, varicoses ou simplesmente de “vasinhos”, consiste, grande maioria dos casos, na realização de escleroterapia. Conhecida popularmente como “tratamento de secar as varizes”, a escleroterapia é o método mais utilizado para determinar o desaparecimento desses vasinhos. A escleroterapia é um tratamento feito pelo médico angiologista para eliminar ou diminuir veias e, por isso, é muito usado para tratar vasinhos na pele ou varizes. Por isso, a escleroterapia é também muitas vezes referida como ”aplicação para varizes” e geralmente é feita com a injeção de uma substância diretamente na variz para eliminá-la. A escleroterapia com espuma densa é um tipo de tratamento que elimina completamente as varizes e os pequenos vasinhos. Nas varizes de maior calibre, este tratamento pode não dar o melhor resultado, mas é capaz de diminuir o seu tamanho, sendo necessária mais de 1 aplicação na mesma variz. Últimamente tem-se falado muito da espuma como tratamento das varizes e vasinhos.

Como Eliminar Vasinhos e Varizes - Dicas caseiras para eliminar vasinhos e varizes :

  • Polidocanol 0,5-2%
  • Glicerina cromada,
  • Glicose 75%,
  • Espuma,
  • Etc

O laser funciona tanto para vasinhos como para varizes com a vantagem de ter recuperação mais rápida.

A cirurgia laser é indicada para tratar vasinhos ou varizes pequenas, e é feita com a luz de um laser aplicada diretamente sobre o vaso da variz. A microcirurgia de varizes, também conhecida como flebectomia ambulatória, é feita no consultório do cirurgião vascular com anestesia local. A diminuição da pressão dentro dos vasos das pernas reduz o volume das varizes e evita a formação de novas, resolvendo problemas com varizes muito grandes e vasinhos, por exemplo. Para quem já está pensando na saia, no biquini e na bermuda de verão, é tempo de tratar vasinhos e varizes nas pernas. Só no Brasil, a estimativa é de que 45% das mulheres e 30% dos homens tenham varizes, que são veias dilatadas por alterações na circulação sanguínea, normalmente nos membros inferiores. Porque não adianta fazer laser ou escleroterapia nos vasinhos sem tratar as varizes matrizes antes porque eles voltam a aparecer! Não é qualquer tipo de laser que serve para acabar com os vasinhos e precisa saber como aplicá-lo para ter bons resultados. O estímulo doloroso sentido durante as sessões de aplicação de vasinhos depende de 4 fatores básicos: Na minha experiência como cirurgião vascular, os dois componentes mais importantes são os primeiros. Um aspecto importante que deve ser sempre lembrado em relação às varizes e aos vasinhos é que o tratamento não os cura, mas os controla.

Como é feita a aplicação nos vasinhos (escleroterapia de varizes)?

  • Vila Esperança Rua Gilda, 4 São Paulo SP 03650-000 como chegar ×

Mas não se preocupe, os vasinhos que promovem aquele aspecto inestético nas pernas não tem mais utilidade na circulação e não farão falta.

A melhor aplicação para a espuma é o tratamento de veias de maior calibre, mas também pode ser usada na aplicação de vasinhos. Portanto, a eliminação desses com a aplicação de vasinhos não causará nenhum prejuízo à circulação. Essa técnica é usada para tratar os vasinhos desde 1900 e bolinha, sua eficácia é comprovada pelos anos de experiência e por uma série de trabalhos científicos. Não é qualquer tipo laser que serve para acabar com os vasinhos e precisa saber como aplicá-lo para ter bons resultados. No caso das varizes muito extensas e de grosso calibre , dependendo da avaliação, poderá ser indicada a cirurgia de remoção total do vaso. Posterior ao tratamento, os médicos recomendam alguns cuidados, como evitar o uso de meias com elástico, já que podem dificultar a circulação e aumentar a chances de aparecer novas varizes. A aplicação das injeções é feita em sessões para evitar complicações e para que o agente esclerosante seja bem aceito pelo organismo. No entanto, outros fatores podem aumentar o risco de ter uma trombose venosa profunda depois de uma cirurgia, como: - a cirurgia é feita com anestesia geral ou peridural; As varizes que causam sinais e sintomas mais graves podem precisar de tratamento médico ou de cirurgia.

  • Preço: é de aproximadamente 300 reais por sessão de tratamento, sendo que podem ser necessárias várias sessões para eliminar todas as varizes das pernas.

Escleroterapia é geralmente usada para tratar varizes menores e costuma ser feita no consultório do médico.

Cirurgia de varizes a laser é tipicamente usada para tratar varizes pequenas. Atualmente essa cirurgia é usada somente para casos graves nos quais as varizes ocasionaram úlceras na pele. Cirurgia para ligação e remoção das varizes Cirurgia para ligação e remoção das varizes requer maior tempo de recuperação do que outros procedimentos. Vasinhos e varizes são mais comuns em mulheres: aproximadamente 15% delas têm ou vão ter ao longo da vida em algum grau. As varizes são veias dilatadas, provocadas por má circulação do sangue. A má circulação do sangue, causa principal das varizes, pode ter várias razões. Assim, conseguirá retirar as suas varizes não influindo nas veias principais das suas pernas. Existem várias opções de tratamento para varizes grossas, sendo as mais utilizadas a cirurgia, o laser e a escleroterapia ecoguiada com espuma densa.

Neste tratamento o médico irá injetar a espuma diretamente na variz, após verificar com uma ecografia qual o local mais adequado para a aplicação da injeção.

Para o tratamento de telangiectasias (vasinhos) e veias reticulares ou microvarizes utilizamos o laser transdérmico. Nesse ponto os cirurgiões vasculares entram em consenso: SIM, o tratamento das veias safenas com laser é melhor do que a retirada convencional da veia (safenectomia). Mesmo quando aplicado de forma correta, o laser pode causar complicações, assim como qualquer método de tratamento das varizes e vasinhos. A escleroterapia pode ser feita em consultórios, através de uma técnica que consiste na injeção de fluídos nas veias. A grande maioria dos indivíduos suporta bem o tratamento, além disto, uma técnica de diminuição da temperatura é usada de forma a garantir maior conforto. A Escleroterapia, mais conhecida como aplicação, é uma forma menos invasiva de tratamento das varizes, que é capaz de “secar” ou “queimar” os vasos doentes. Este procedimento permite o tratamento de varizes mais calibrosas, sem a necessidade de uma intervenção cirúrgica, podendo ser feita na própria clínica ou consultório. As telangiectasias, nome científico dos vasinhos nas pernas, podem ser sinal de problemas mais graves em veias maiores do sistema circulatório que os médicos angiologistas chamam de varizes. A formação dos vasinhos nas pernas são muito similar ao das varizes.

Mas os vasinhos das pernas não são varizes, pois o calibre dos vasinhos é muito inferior ao das varizes.

Entretanto os tratamentos mais comuns para remover os vasinhos nas pernas são: aplicação de laser, escleroterapia e a esclerose com espuma, tratamento muito conhecido como secagem de vasinhos. Nunca faça o tratamento de vasinhos nas pernas com uma pessoa não preparada, pois uma aplicação errada pode trazer serias consequências a sua saúde. A secagem é feita com a injeção de substâncias esclerosantes no interior dos vasinhos, fazendo com que os vasinhos fiquem obstruídos e impedidos de receber o fluxo sanguíneo. O tratamento de secagem dos vasinhos a laser, é realizado através de uma luz emitida na pele que age sobre os vasinhos vermelhos e de cor mais escura. Leias mais algumas perguntas e respostas sobre os vasinhos das pernas Os vasinhos nas pernas podem se tornar varizes? Os vasinhos podem ser nutridos por varizes maiores, podendo esconder problemas mais graves. Sim, ficar muito tempo sentada ou de pé é um fator de risco a mais para a formação de vasinhos nas pernas. Você pode tratar os vasinhos nas pernas e as varizes em qualquer clínica que tenha um médico Angiologista ou Cirurgião Vascular ou Endovascular. Seja para acabar com as mais profundas ou para secar os vasinhos, a medicina dispõe de uma série de opções. A pessoa pode ter só vasinhos ou vasinhos e varizes. A terceira opção é o tratamento a laser para secar os vasinhos. Remoção de varizes com injeções: Com este tipo de tratamento para as varizes, o médico irá determinar a condição das veias com um aparelho de ultrassom portátil. Quando uma remoção a laser de varizes, pacientesse pediu para levantar as pernas como continuamente quanto possível, durante as primeiras 24 horas após o tratamento. Entre os temas a serem discutidos destacam-se o seguinte: O uso dos esclerosantes em forma de espuma tem se popularizado nos último anos como tratamento para as varizes e vasinhos. Porém, a efetividade do tratamento para varizes com espuma não é tão boa quanto à cirurgia, seja a cirurgia tradicional ou os métodos mais recentes como laser e radiofrequência. Quando estas medidas de precaução não são suficientes, o seu médico poderá indicar um ou vários dos tratamentos abaixo: •Escleroterapia química: É provavelmente a técnica usada há mais tempo. As varizes retiradas numa cirurgia não provocam danos à circulação, uma vez que as outras veias normais e o sistema venoso profundo normal encarregam-se de garantir o fluxo de retorno. Muito tem se falado na mídia sobre o tratamento nas varizes das pernas com a espuma de polidocanol, resultando no aumento da procura por esta forma de tratamento.