Dicas Сaseiras: Cirurgia de varizes a laser e cirurgia da safena a laser.

Posted on

Conhecida popularmente como “tratamento de secar as varizes”, a escleroterapia é o método mais utilizado para determinar o desaparecimento desses vasinhos.

Com o refinamento da técnica cirúrgica e a modernização do tratamento, hoje é possível fazer uma cirurgia muito mais delicada e, em muitos casos, praticamente sem dor. Hoje, até em cirurgias envolvendo a retirada da safena ou tratamento com laser ou radiofrequência utilizo esta anestesia. Após a remoção de varizes por cirurgia, veias que são retiradas não voltam mais. Com o aparecimento dos tratamento de varizes com laser e radiofrequência, no caso para as veias safenas, diminuiu-se a necessidade e tempo de repouso, recomendando-se andar já em 24 horas. O cirurgião vascular e endovascular Charles Esteves Pereira fala sobre o tratamento de varizes com espuma densa. A espuma não é a primeira indicação para casos estéticos, embora com experiência crescente e associação de outras técnicas, como o laser e a escleroterapia (aplicações), estamos obtendo excelentes resultados. O senhor comentou sobre espuma nos idosos, pacientes com varizes mais complicadas e pacientes com úlceras. Ecoescleroterapia com Espuma É uma técnica eficaz que permite o tratamento de varizes com grande e médio calibres. O ideal é que pacientes com varizes adquiram o hábito de vestir as meias diariamente, ainda mais se precisam permanecer muito tempo em pé ou sentados por algum motivo.

Qual o melhor tratamento para varizes: laser, espuma ou cirurgia?

  • Infecção das veias;
  • Hemorragia;
  • Hematoma nas pernas;
  • Dor nas pernas;
  • Lesão dos nervos da perna.

A escleroterapia é um tratamento feito pelo médico angiologista para eliminar ou diminuir veias e, por isso, é muito usado para tratar vasinhos na pele ou varizes.

Este tratamento pode também ser usado em outros casos de veias dilatadas, como hemorroidas ou hidrocele, por exemplo, embora seja mais raro. A escleroterapia pode provocar dor ou desconforto quando a agulha é inserida na veia ou depois, quando o líquido é inserido, pode surgir uma sensação de queimação no local. A cirurgia para varizes é utilizada quando outras formas de tratamento não-invasivo, como dieta ou uso de meias compressivas, por exemplo, não conseguiram eliminar ou disfarçar as varizes. Na injeção é utilizada uma agulha muito fina e, por isso, este tipo de tratamento normalmente não deixa qualquer tipo de cicatriz na pele. A cirurgia laser é indicada para tratar vasinhos ou varizes pequenas, e é feita com a luz de um laser aplicada diretamente sobre o vaso da variz. Este tipo de cirurgia funciona de forma muito semelhante à cirurgia laser, pois utiliza calor dentro do vaso para fechar a variz. Nesta cirurgia, o médico faz pequenos cortes sobre as varizes e remove os vasos que estão provocando as varizes mais superficiais. Embora se possa voltar a casa no mesmo dia da cirurgia, é recomendado ficar de repouso até 7 dias para permitir que os cortes cicatrizem corretamente. Esta operação também é conhecida como cirurgia tradicional e é utilizada no caso de varizes mais profundas ou grandes.

O tratamento de varizes pode recorrer a laser, espuma ou cirurgia

  • Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, 2013
  • Cleveland Clinic, Julho de 2011
  • University Of California, Dermatologic Surgery and Laser Center

O pós operatório da cirurgia de varizes depende do tipo de cirurgia e, por isso, deve ser sempre indicada pelo médico.

  • A aplicação de espuma é realizada em vasos um pouco mais calibrosos quando não se tem indicação cirúrgica. Além de ser menos complexo do que um procedimento cirúrgico, a escleroterapia com espuma densa é um tratamento eficaz para varizes. A substância mais utilizada na Escleroterapia de varizes com espuma densa, guiada por ultrassom é o polidocanol, que tem maior aceitação pelo organismo e pela baixa ocorrência de alergia. Após a escleroterapia de varizes com espuma densa, guiada por ultrassom, a(o) paciente já pode caminhar e não precisa fazer repouso. A escleroterapia com glicose é um dos tratamentos mais antigos e bem aceitos no meio médico para o tratamento das varizes e dos vasinhos. A Clínica Angiomedi oferece o que há de mais moderno e eficaz no tratamento de varizes, aneurismas de aorta abdominal e úlceras de pernas e pés diabéticos. Mesmo após a cirurgia, poderão restar alguns ramos de varizes residuais, que poderão ser retiradas ou com uma pequena cirurgia complementar ou com um tratamento de Escleroterapia. Depois de fazer esse procedimento, é necessário usar uma meia elástica por cerca de 15 dias, mas a paciente sai andando e nem precisa fazer repouso. A pele próxima à área tratada pode ficar escura, mas a mancha costuma desaparecer em até três meses.

    Cirurgia de varizes a laser e cirurgia da safena a laser.

  • Preço: normalmente o valor é de 250 reais por sessão, mas podem ser necessárias até 10 sessões, dependendo da quantidade de varizes.

Não perca a oportunidade de mandar as varizes embora e ainda ficar mais bonita.

No geral, a cirurgia de varizes a laser necessita de menos repouso que a convencional por ter menos hematomas, inchaço e dor no pós-operatório. Após limpeza com álcool da zona a tratar, o médico recorre a uma agulha fina para injectar uma solução na veia afectada. Alguns pacientes podem sentir uma pequena picada ou dor no momento da inserção da agulha na veia. Especialmente nos casos em que a veia safena precisa ser tratada, o laser se mostra superior à cirurgia tradicional de safenectomia (saiba mais sobre esta cirurgia no post “ “). Para o tratamento de telangiectasias (vasinhos) e veias reticulares ou microvarizes utilizamos o laser transdérmico. O laser de Nd:YAG 1064 nm é também utilizado hoje em dia para o tratamento de microvarizes que há pouco tempo eram tratadas apenas através de microcirurgia. Nos casos em que existem varizes maiores e insuficiência da veia safena, o laser também pode ser empregado. Porém, neste caso, o laser é utilizado durante a cirurgia, num procedimento que chamamos de termoablação da veia safena com laser. Os estudos realizados com aparelhos de laser mais antigos mostravam que a efetividade deste tratamento era inferior à escleroterapia convencional com injeções.

Geralmente, o laser é mais indicado em pessoas que tenham medo de agulha, alergia aos medicamentos esclerosantes ou que possuam veias muito pequenas, impossíveis de serem canuladas pela agulha.

Nesse ponto os cirurgiões vasculares entram em consenso: SIM, o tratamento das veias safenas com laser é melhor do que a retirada convencional da veia (safenectomia). Além disso, ambas as técnicas tem a mesma efetividade: ou seja, tanto a cirurgia convencional quanto a cirurgia a laser são capazes de eliminar as varizes de forma semelhante. Em outras palavras, para quem tem insuficiência de veias safenas, o melhor tratamento existente hoje no mundo é a termoablação com laser. Além do laser, a mesma cirurgia de termoablação pode ser realizada pela técnica de radiofreqüência com a mesma qualidade e segurança. Mesmo quando aplicado de forma correta, o laser pode causar complicações, assim como qualquer método de tratamento das varizes e vasinhos. O tratamento com laser transdérmico é feito no próprio consultório, não requer internação e nem repouso após. O tratamento feito com laser é um pouco mais caro do que o químico. O Tratamento de varizes a laser por meio da cirurgia a laser é mais rápido e o tempo de recuperação é mais curto. O laser é um auxiliar no tratamento de varizes.

Quando o tratamento de varizes a laser é indicado?

O tratamento de Cirurgia a Laser e da radiofrequência são mais indicados em casos das veias doentes tronculares, e veias de maior calibre como a veia safena. Por meio da cirurgia de varizes a laser não é necessário remover a veia. Qual o tempo de recuperação da cirurgia de varizes a laser? Como é feito o procedimento da cirurgia a laser de varizes ou safena? O procedimento de varizes a laser ou safena pode ser feito em homens ou mulheres. Caso tenha dúvidas sobre a cirurgia de varizes a laser envie um e-mail. O médico de varizes deverá avaliar o paciente antes de indicar a cirurgia a laser. Uma técnica que tem se mostrado muito eficaz é o tratamento de varizes com espuma densa. O tratamento com espuma densa, guiada por ultrassom, é um método não-cirúrgico usado para tratar as varizes. Não há problema em pessoas diabéticas realizarem o tratamento de varizes com espuma densa. No entanto, o diabetes precisa estar controlado e o organismo não deve estar passando por nenhum processo infeccioso durante o período do tratamento. Qualquer que seja o caso, a orientação do cirurgião vascular não deve ser dispensada, pois somente ele é habilitado para prescrever e efetuar o tratamento de varizes com espuma densa. Cinco dias após a cirurgia de varizes, se o paciente tiver esparadrapos nas pernas, estes poderão ser retirados. Procurar ficar um pouco mais em repouso nos 2 primeiros dias após a cirurgia: deitado ou sentado com apoio sob as pernas. Mais comum quando a safena é retirada; d) Edema (“inchaço”) quando começar a ficar mais tempo em pé.